Social Icons

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Código: Miooolosss !





Olá queridos Nerds,

Talvez muitos de você já tenham ouvido falar nesse jogo, para os menos informados esse é um jogo de zumbis.

O jogo é situado nos EUA da década de 50, quando um galão de gasolina custava uma miséria, o cinema estava em pleno andamento e o rock n' roll varreu a nação causando uma praga apocalíptica musical transformando todos em zumbis.

Tem uma mistura de devesas táticas para matar zumbis com maneiras inusitadas e divertidas, possibilita a instalação de armadilhas, utilização de bombas e armas brancas.



Segue link para baixar o jogo, via 4shared:

Dead Block

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Código: Guerra dos Macacos



Olá queridos Nerds,

Começando o calendário do Código Nerd, iniciaremos nas segundas-feiras boring com uma seção de jogos.
Hoje teremos o jogo Bloons Tower Defense onde você tem que destruir balões sem deixar eles entrarem na cidade dos macacos.


Bloons Tower Defense 4


Por hoje é só queridos, deixem seus comentários ao final do post.
Beijos

Código: Em um Futuro Próximo



Claro que não imagino minha família assim, mais as crianças vão ser nerds como o pai ! ! !

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Código: SOPA, PIPA, ACTA e o Escambau




O Código Nerd é contra as leis SOPA, PIPA e ACTA.


Elas tiram a liberdade das pessoas interrompendo a circulação das informações. Nossos caros governantes deveriam se preocupar com o povo e não com as gravadoras.


Não compro mais CD e nem DVD pois o preço é um absurdo, posso fazer o download de qualquer conteúdo pela internet sem pagar o absurdo dos impostos desse pais.


Um país que tem um medidor de impostometro que marca valores absurdos e que tem os principais serviços precários. A educação é uma merda, e saúde idem, meus pais pagam impostos pra nada? Eu pago impostos pra nada?




Eu sou totalmente contra esses projetos de lei, pois estão tirando nossa liberdade de dissipar as informações.




Para os que ainda não conhecem, segue o link para o podcast sobre este assunto.


Episódio # 295


Bom meus queridos por hoje é só, perdoe-me por ter feito esta publicação tão tardiamente.
A partir de semana que vem teremos uma programação para que o blog fique um pouco mais divertido.


Até semana que vem pessoal.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Database: My Precious !



Olá queridos Nerds,

Sim, você estão vendo um anel, o tema de hoje será sobre a trilogia do O Senhor dos Anéis ! ! Após muita reflexão e três nerdcasts sobre a série, decidi fazer um post sobre o mesmo.

Espero não pecar sobre o tema, já que há muitos fanáticos por senhor dos anéis.


Vamos ao post e deixem seus comentários...




"Um só anel para governar a todos, um só anel para encontra-lós, um só anel para atraí-los e mantê-los na escuridão"

J.R.R. Tolkien, O Senhor dos Anéis, 1954-55


O Senhor dos Anéis, é um romance de fantasia criado pelo escritor, professor e filólogo britânico J.R.R Tolkien entre os anos de 1954 e 1955.

Tudo começa com o livro O Hobbit, publicado em 21 de setembro de 1937, relatando a história de um hobbit pacato de nome Bilbo Bolseiro, que é convidado pelo mago Gandalf a entrar em uma aventura com mais treze anões, como ladrões.

A aventura tem como objetivo recuperar o tesouro dos anões, há muito roubado por Smaug, um dragão.

Ao final da batalha, Bilbo regressa a casa com uma pequena parte do tesouro e um anel, que mudaria sua vida e mais tarde, a de outros aventureiros.

Originalmente o livro O Senhor dos Anéis tinha sido pensado originalmente por Tolkien em ser publicado em um volume único, porém acabou sendo publicado em três, tornando-se popular. A trilogia foi reimpressa diversas vezes e traduzida em mais de 40 línguas, e tendo mais de 160 milhões de cópias vendidas, sendo considerado um dos trabalhos mais populares da literatura do século XX.

Assim como outras obras, O Senhor dos Anéis foi objeto de extensiva análise de seus temas e origens literárias. Embora Tolkien tenha feito um grande trabalho em seu livro, a história é meramente o resultado de uma mitologia feita por ele desde 1917.

A história de O senhor dos Anéis ocorre na terceira era medieval, inspirado em uma Europa mitológica, habitado por humanos, elfos, anões e orcs. Tolkien deu ao lugar o nome de Middangeard, que no inglês antigo significa Terra-Média.

A história narra a guerra contra o mal que se alastra pela Terra-média para evitar que o "Anel do Poder" volte as mãos de Sauron, o senhor do escuro e criador do anel.



Resumo dos Volumes

A Sociedade do Anel (publicado em 1954): contém um prólogo no qual são dadas as características dos Hobbits.
As Duas Torres (publicado em 1954): continua a história original com mais personagens.
O Retorno do Rei (publicado em 1955): contém diversos apêndices explicativos sobre a história, as linguas, a cronologia da narrativa e outras informações adicionais sobre a mitologia criada por Tolkien.



Influência

O Senhor dos Anéis começou como uma exploração de Tolkien de seus interesses na filosofia, religião, contos de fadas e também mitologia nórdica, com uma influência crucial pelos fatos ocorridos durante seu serviço militar durante a Primeira Guerra Mundial.

Certa vez, Tolkien descreveu O Senhor dos Anéis ao seu amigo, o padre jesuíta Robert Murray, como "um trabalho fundamentalmente religioso e Católico, inconscientemente no início, mais ciente disso na revisão"

Existem diversos temas teológicos durante a narrativa, incluindo a luta entre o bem e o mal, o excesso de vaidade de humanidade e a atividade da Graça divina. O trecho do Pia Nosso "e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal" foi muito presente na mente de Tolkien quando descreve a luta de Frodo contra o poder do Anel.

Depois da publicação de O Senhor dos Anéis, devido a todas as suas influências, ocorreu a especulação que o Anel fosse uma metáfora da bomba nuclear. A especulação foi desmentida por Tolkien dizendo que seus trabalhos não apresentavam aquele tipo de alegoria.



A Crítica

Para muitos, O Senhor dos Anéis sempre foi um livro controverso. Sob rótulos de "Lixo Juvenil" e também fervorosos elogios, a obra ainda sobrevive para que receba as mais diversas opiniões.

O jornal Sunday Telegraph, após o lançamento do livro, fez um comentário dizendo que ele estava "entre os maiores trabalhos de ficção do século XX". Já o Sunday Times afirmou que "o mundo do inglês está dividido entre aqueles que leram O Senhor dos Anéis e O Hobbit, e aqueles que ainda vão ler".

Ronald Kyrmse, um dos maiores especialistas brasileiros em Tolkien e autor do livro "Explicando Tolkien", rebate a crítica da "língua de livro de histórias" dizendo que: "Não só Tolkien cria nomes e frases como ninguém, mas os idiomas élficos são testemunha da sua habilidade linguística." e sobre a tal "pobreza de imaginação patética", Kyrmse afirma que "Tolkien não fez outra coisa na sua vida literária senão criar uma mitologia. […] O problema de Tolkien é que os críticos não têm com o que compará-lo, pelo menos na literatura contemporânea. Isso gera uma incompreensão que os leva a rejeitá-lo."



RPG?

Já dito anteriormente no post Código: Histórias de RPG I, que esse tipo de jogo surgiu entre as décadas de 70 e 80 e tiveram grande inspiração no ambiente medieval e fantástico de O Senhor dos Anéis, incorporando elementos geográficos e étnicos.
Pode-se perceber no D&D uma clara semelhança com O Senhor dos Anéis, mesmo sendo adaptada à realidade do jogo. Apesar de toda a difusão do RPG e dos diversos assuntos abordados nos jogos, ainda hoje um dos mais populares jogos de RPG é primariamente ambientado em um cenário que lembra muito a terra criada por Tolkien.



As Personagens

Frodo Bolseiro: Hobbit do Condado e portador do Anel. Frodo nasceu no ano de 2968 da Terceira Era, filho de Drogo Bolseiro e Primula. Órfão desde a infância, foi adotado por seu primo, Bilbo Bolseiro de Bolsão. Frodo era extremamente aventureiro e muito erudito; era escritor de canções e algo como um estudioso das lendas e do idioma dos elfos. Em 3001, quando Bilbo deixou misteriosamente o Condado, Frodo herdou o Um Anel. Em 3018, Gandalf o Mago reapareceu e fez Frodo participar da Missão do Anel, para o qual enviou a Valfenda, onde se formaria a Sociedade do Anel.


Bilbo Bolseiro: Hobbit do Condado. Nascido no ano de 2890 da Terceira Era, Bilbo era um hobbit solteiro que vivia em Bolsão. Em 2941, Bilbo foi atraído por um mago e treze anões para participar da famosa missão de Thorin e Companhia que, em 2941, provocou a morte de Smaug, e o restabelecimento do Reino Anão em Erebor. Com uma modesta porção do ouro do dragão que havia ganho em sua aventura, Bilbo voltou ao Condado, onde passou uns sessenta anos. Durante a aventura, Bilbo adquiriu um misterioso anel que tinha o poder de tornar invisível quem o colocasse. Mais adiante se descobriria que este anel, era na realidade, o Um Anel, que pertencia ao Senhor dos Anéis. No ano de 3001, Bilbo celebrou uma grande festa de aniversário e logo desapareceu perante os olhos de todos os seus convidados, deixando sua riqueza, sua casa e o Um Anel ao seu jovem primo e herdeiro adotivo, Frodo Bolseiro.


Meriadoc Brandebuque - Merry: é mais sagaz e inteligente que um hobbit normal. Um mestre em travessuras, Merry geralmente consegue convencer seu impetuoso comparsa no crime, Pippin, a tomar parte em seus esquemas. Merry tem raciocínio rápido e é cheio de recursos, confiante e alegre. Ele sonha em ser heróico, mas é um fato que ele não é naturalmente corajoso e surpreende a si mesmo quando finalmente é chamado a um grande feito no campo de batalha...


Peregrin Tûk - Pippin: O mais jovem hobbit, Pippin é impulsivo, sincero e um bola de energia. Ele é encantador e destemido, mas sua falta de maturidade e visão tende a colocá-lo em problemas. Pippin é intrépido, principalmente porque ele não para para pensar no perigo, mas também porque ele tem um grande coração. Ele é inocente e de natureza crédula que agradam prontamente as outras pessoas. Ele é um cômico natural...


Samwise Gamgee: Prático e silencioso, Sam é freqüentemente uma fonte inconsciente de humor - embora ele seja mais astuto do que alguns imaginam. Ele é não-sofisticado, de pavio curto e desconfiado. Sam encara cada nova jornada geralmente com maus presságios sombrios, mas também com uma amarga determinação de ver o trabalho feito. Um humilde jardineiro, sua intensa lealdade a Frodo mostra-o realizando grandes altos de auto-sacrifício e heroísmo. No final da história, Sam cresce secretamente em tamanho e sua última despedida de Frodo, embora cheia de tristeza, também revela a profundidade da compreensão e sabedoria que Sam adquiriu...


Aragom: Um líder aparentemente rude mas formoso. Principal papel humano. Ele é enigmático, sofredor, Aragorn carrega uma aura de majestade e poder oculto consigo, mas também um grande senso de humanidade e bondade. Aragorn trava uma grande luta interna ao encarar seu destino como Rei. Valoroso, nobre e amargo, nunca procura por poder e possui um medo inato da natureza corruptora do poder. A linhagem nobre de Aragorn é inicialmente oculta sob a pessoa de "Passolargo", um misterioso guardião que costuma a viver de modo duro e hábil em região inexploradas. Aragorn é um hábil lutador com espada.


Boromir: Boromir é o filho mais velho de Denethor, Regente de Gondor introvertido e de certa forma solitário, ele tem sido oprimido por um pai dominador e violento. Boromir não confia em outras pessoas, em especial Magos e regularmente trata Gandalf com desdém. Boromir acredita na grandeza dos homens, mas ele não acredita realmente em si mesmo. O mais agradável lado de sua personalidade trazido à tona pelos Hobbits, dos quais ele gosta muito. Boromir é facilmente influenciado pelo poder do Anel e sob sua influência ele se torna completamente mal intencionado. Entretanto ele percebe seu erro e muito honoravelmente se redime, morrendo como herói para salvar Merry e Pippin.


Faramir: Segundo filho de Denethor, Regente de Gondor, Faramir cresceu à sombra de seu irmão, o poderoso Boromir. Confiável, intensamente leal a Gondor e seu povo, Faramir é perito em ocultar a dor e humilhação que sofreu de seu pai. Ele não é sério ou amargo por natureza, mas teve um desgaste prematuro pois logo que nasceu sentiu o peso dos problemas de seu pai. Acima de tudo, Faramir é extremamente honrado e mostra uma sabedoria bem acima de sua idade.


Éowyn: Sobrinha do Rei Theoden, Eowyn é alguma vezes chamada Senhora Branca de Rohan - em parte à sua palidez e seu longo e belo cabelo como também à sua solene reserva, erradamente tomada como frieza. Ela não tem comparação como cavaleira, pode usar uma espada tão bem como qualquer homem e não é delicada nem sentimental. Também tem uma língua afiada e uma inteligência cáustica, mas mostra grande vulnerabilidade quando seus sentimentos são atingidos. Este é o particularmente o caso com Aragorn, com quem se apaixonou, sem esperanças e solução.


Denethor: O Regente de Gondor, Denethor é um homem preocupado e com um temperamento violento que tende a tomar decisões irracionais. Ele é desconfiado, obsessivo, dominador e não razoável. Denethor é o regente de Gondor, mas é bastante ciente de que o Regente apenas o guardião do trono, até que o rei retorne. Denethor não aceita isto e resiste à idéia de que um dia o verdadeiro rei irá tomar o poder. Denethor é depressivo, prevendo desgraças e destruição a cada oportunidade. Ele encarou muito mal perda de seu filho, Boromir, culpando seu filho mais novo, Faramir, pela sua morte. Em um momento de arrogância e desespero, Denethor se mata, numa final e completa abnegação de suas responsabilidades como regente de Gondor.


Theoden: Ele é o Rei de Rohan. Aflito e distraído, está sob a influência de um conselheiro perspicaz e manipulativo, Língua-de-Cobra. Apenas quando Língua-de-Cobra é expulso que Theoden retorna ao seu antigo eu, deixando vinte anos de decrepitude para assumir o manto da realeza.


Éomer: Sobrinho de Théoden, rei de Rohan, Éomer, homem forte e ruivo, como quase todos de sua raça, participou da Guerra do Anel com muita bravura.







Grima Língua-de-Sogra: O conselheiro do Rei Théoden de Rohan, que agiu como espião de Saruman para manter o reino de Rohan enfraquecido. Após a destruição de Isengard pelos Ents, ele acompanhou Saruman para para o norte até o Condado.







Gandalf: Mago da Terra-média. Durante mais de dois mil anos Gandalf lutou contra os poderes do mal que ressurgiam na Terra-média. Em 2941, Gandalf liderou a Missão à Montanha Solitária que trouxe a morte de Sméagol. Durante esta missão, Gandalf conseguiu a espada Glamdring, e Bilbo Bolseiro encontrou o Um Anel. Em 3018, Gandalf foi visitar Frodo Bolseiro no Condado e deu início à Missão do Anel. Em Valfenda passou a formar parte da Sociedade do Anel.


Saruman: O Vilão Chave da história. O líder dos istari, os Magos que oferecem conselho às criaturas da Terra-média, Saruman possui imensa estatura e dignidade. Como a história revela nós aprendemos que ele foi corrompido pelo desejo de poder e traiu seu dever sagrado. Uma vez nobre e sábio, é agora arrogante e esperto, falso e egoísta.





Galadriel: Mais jovem filha, e única filha mulher, de Finarfin dos Noldor, Galadriel nasceu em Valinor quando as Duas Árvores ainda cresciam. Ela viajou para a Terra-média no início da Primeira Era com seus quatro irmãos. Em Beleriand, ela frequentemente ia aos salões de Thingol (a quem era aparentada; pois sua mãe era sobrinha de Thingol), e lá conheceu Celeborn. Após a Guerra da Fúria e a destruição de Beleriand, a maioria dos Noldor retornou a Valinor, mas Galadriel e Celeborn permeneceram na Terra-média. Após a perda de Amroth em 1981 (Terceira Era), Galadriel e Celeborn tornaram-se Senhor e Senhora de Lothlórien, e lá residiram até o final da Terceira Era.


Arwen: é uma Elfa, e por virtude de nascimento, imortal. Tudo sobre Arwen é "Ligeiro" - sua agilidade, seu sorriso, seu temperamento, seu entendimento. Ela parece gostar de jogar contra as pré-concepcões da clássica e serena dama Élfica. Ele veste uma armadura, cavalga rápido e deu seu coração a um homem mortal. O amor de Arwen por Aragorn é profundo e vigilante. Mas também ama seu pai, o Lorde Elrond, e custa muito a ela desafiá-lo. A jornada de Arwen é em direção a um profundo entendimento da escuridão e do mal que existe no mundo e um verdadeiro entendimento do que significa ser mortal.


Légolas: Um príncipe dos Elfos da Floresta, Legolas é um arqueiro mortal, que pode se mover com grande discrição. Alto, magro e de constituição fina, Legolas é fisicamente tudo o que Gimli o anão não é. Legolas vê Gimli como sério, obcecado pelo trabalho e um pão-duro sem humor. É o dinâmico deste "estranho casal": dois opostos constantemente brigando e se provocando, cada um fazendo piadas às custas do outro. Mas além da veia de humor irônico Legolas se preocupa muito com aqueles que prometeu proteger e no final ele e Gimli se tornam bons amigos.


Elrond: Senhor dos Elfos de Valfenda e pai de Arwen, Elrond possui grande autoridade e sabedoria, mas também humildade. Ele é de certa forma um vidente e está preocupado com o amor de sua filha por um mortal, Aragorn, conhecendo como ele conhece o destino escuro de Aragorn. Em um sentido mais amplo, Elrond sente uma grande tristeza pois a Era dos Elfos está chegando ao fim - mas ele não tenta mudar este fato, aceitando seu destino.



Celeborn: Um Elfo de Doriath, que encontrou com Galadriel filha de Finarfin depois do Retorno dos Noldor para a Terra-médi e casaram-se. Tornaram-se Senhor e Senhora de Lórien durante a Terceira Era.








Gimli: Um anão combativo com um grande coração. Gimli é bravo e corajoso; um guerreiro até o âmago, que vive pelo código dos guerreiros, e leal até o fim. Gimli é um espírito vociferante que gosta de zombar de Elfos, em particular Legolas. Gimli ama o vinho e mulheres e músicas e possui um senso de humor sincero. Embora dificilmente refinado, ele é capaz de apreciar a beleza, especialmente a beleza de minas bem talhadas e túneis feitos por seus ascendentes.


Gollum - Sméagol: Gollum foi uma vez um hobbit, chamado Sméagol, nascido no Vale do Anduim. Em 2463 da Terceira Era, o primo de Sméagol, Déagol, encontrou o Um Anel pescando, onde Isildur o perdeu dois milênios antes. Então Sméagol o matou imediatamente para ficar com o Um Anel. O poder do Anel aumentou a vida de Sméagol, mas o deformou até deixá-lo irreconhecível. A partir daí passou a se chamar Gollum, pelos ruídos guturais que fazia quando tentava falar. Com o Anel em seu poder, escondeu-se nas Montanhas Sombrias, e foi trazido aos eventos do final da Terceira Era quando encontrou Bilbo Bolseiro, que tomou o anel dele.


Tom Bombadil: Senhor da Floresta Velha. Tom Bombadil era o nome que os hobbits davam ao poderoso e excêntrico Senhor da Floresta Velha. Era uma pessoa muito alegre e estranha. Tinha o aspecto de um homem baixo e corpulento com os olhos azuis, a cara avermelhada e uma barba castanha. Sempre estava cantando e falando em rima, o que fazia parecer um louco, mas dentro da Floresta Velha seu poder era absoluto.


Barbárvore: Barbárvore era o Ente guardião do Bosque de Fangorn. Era um gigantesco Pastor de Árvores de mais de quatro metros de altura. Durante a aventura da Guerra do Anel, como era o mais velho de sua raça, realizou um "Entebate"na presença de Merry e Pippin e ajudou os membros da Sociedade do Anel, junto com os outros Ents, a destruir Isengard e aprisionar Saruman, o Branco.




Sauron: O Senhor dos Anéis. Nos tempos antigos, ele seduziu os Elfos de Eregion para que forjassem os Anéis do Poder. Então se converteu no Senhor dos Anéis ao forjar o Um Anel. O livro O Senhor dos Anéis conta a história da busca de Sauron ao Um Anel que foi perdido durante a Última Aliança.







Para Consumo

Para os fãs de O Senhor dos Anéis o site Delelas tem uma replica do anel por R$108,00 e também o colar de Arwen por R$116,50. Os itens estão na categoria Nerd/Geek.

Conforme dica já dada, clique em curtir para ter direito a 10% de desconto em todos os produtos.




Espero que o post tenha atiçado a curiosidade de todos em ver e ler O Senhor dos Anéis. Deixem seus comentários no final...

Um abraço a todos

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Database: Conexão Web



Olá queridos Nerds,


Espero que todos tenham gostado muito do post de ontem sobre Star Wars. O tema de hoje, após muito insistência por parte do meu querido namorado, será sobre os jogos em flash.

Deixem seus comentários ao final do post, com suas criticas, sugestões, e correções de informações.

Vamos que vamos...



Jogo on-line

Também conhecido como Webgame ou Browser game, é um jogo eletrônico que se utiliza de navegadores e da internet. A diferença entre eles e os videogames seria alem da ausência de componentes e a necessidade de outros usuários para o transcorrer do jogo.

Eles utiliza dois tipos de sistemas, o client-side, que funcionam a base de Java ou Flash, server-side, que utiliza o Ajax.

Jogos que utilizam especificamente um navegador é conhecido como browser-based game, que usam como plugins o Java e Flash, que são os mais conhecidos.

Porém nada disso seria possível sem o desenvolvimento do Document Object Model Level 2, por volta do fim da década de 90, tornando possível a criação de jogos sem utilização de plugins. Com o DHTML (Dynamic HTML), é possível criar afeitos animados e com técnicas Ajax pode-se dar mais agilidade na comunicação entre cliente e servidor.




Bom nerds, vamos parar de conversas teóricas, vou parando por aqui pra não ficar muito chato. Logo abaixo segue alguns jogos on-line...



Até amanhã e deixem seus comentários.



Swords And Sandals Ultratus
Goodgame Heroes
Murloc

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Database: Chamado das Estrelas




Olá queridos Nerds,

Sim queridos, no post de hoje falaremos sobre STAR WARS ! ! ! Cada história, os personagens, toda a emoção desta incrível saga. Este post está sendo escrito, em especial, pelo relançamento da saga, agora em 3D ! !


Vamos a esta incrível saga...



A História

Originalmente era o título de uma novela americana que foi transformada em uma série de seis filmes de ficção científica escritos por George Lucas. O primeiro filme da saga foi lançado pela 20th Century Fox em maio de 1977 com o título de Star Wars, tornando-se um fenômeno mundial da cultura pop. Em seguida veio as sequências, The Empire Strikes Back e Return of the Jedi, lançados em intervalos de três anos, com o último filme sendo lançado em maio de 2005.

No ano de 2008 a série de filmes Star Wars totalizava aproximadamente 4,41 bilhões de dólares, sendo a terceira série cinematográfica mais lucrativa de todos os tempos. Junto com este sucesso surgiu também uma franquia literária, jogos e desenhos animados.



O Universo de Star Wars

Os eventos do universo Star Wars se passam em uma galáxia fictícia, onde diversas criaturas alienígenas são retratadas, assim como dróides. As viagens pelo espaço são bem comuns e diversos planetas são integrantes da Republica Galáctica.

Um dos elementos de destaque na série é a FORÇA, uma energia onipresente que pode ser utilizada por seres com habilidade para tal. É ela que permite aos seus usuários realizar diversos feitos sobrenaturais e amplificar características físicas. Apesar desta energia ser usada para o bem, existe um lado negro que, ao ser alcançado, preenche seu portador de ódio , agressão e maldade; isto é representado nos seis filmes pelos Jedi, o lado do bem, e os Sith, o lado mal.



Os Filmes

Como já dito anteriormente, a série teve inicio com Star Wars, lançado em maio de 1977. Com as seguências The Empire Strikes Back, de maio de 1980, e Return of the Jedi, de maio de 1983. Mais tarde a sequência de abertura revelou que elas foram numeradas como "Episódio V" e "Episódio VI".

Em 1997, para comemorar o 20º aniversário de Star Wars, Lucas lançou "Edições Especiais" dos três filmes no cinema. Estes relançamentos apresentavam modificações nos filmes originais, motivados primeiramente pelo avanço do CGI e outras tecnologias de efeitos especiais, permitindo a realização de cenas impossíveis de serem feitas na época das filmagens.

Lucas continuou a modificar a trilogia original em relançamentos subsequentes, como por exemplo para seu primeiro lançamento em DVD em setembro de 2004.

Após duas décadas do lançamento de Star Wars, a série ganhou sua continuação, consistindo nos episódios I: The Phantom Menance (maio de 1999); II: Attack of the Clones (maio de 2002); III: Revenge of the Sith (maio de 2005).



Sobre a Produção

George Lucas, inicialmente, escreveu um roteiro de seis horas de filme, mesmo prevendo a resposta do estúdio. Após receber um "não" como resposta, dividiu o filme em seis episódios e gravou os três últimos, já que os julgava mais interessantes e cativantes. No começo da década de 1990 eles foram relançados em edição remasterizada com sequências inéditas e que os três primeiros episódios seriam gravados.

A gravadora Fox, por desacreditar no sucesso de um filme sobre o espaço, permitiu que George Lucas tivesse todos os direitos sobre o filme, o que lhe garantiu dinheiro o suficiente para abrir suas empresas cinematográficas, como a ILM, que revolucionou a indústria cinematográfica com efeitos especiais de alta qualidade e tecnologia própria.



Vai pra 3D?

Em setembro de 2010, a Lucasfilmes confirmou que irá converter todos os seis filmes da saga Star Wars em 3D, segundo a produtora, todos os episódios serão relançados nos cinemas neste formato, começando por Star Wars Episódio I, cuja reestreia está marcada para 10 de fevereiro de 2012, nos Estados Unidos. A distribuição será realizada pela Fox.


Por enquanto é só Nerds, deixem seus comentários.
Um grande abraço.