Social Icons

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Database: Nostalgia dos anos 80


Olá queridos Nerds,


Para nosso primeiro post vou falar sobre os principais desenhos dos anos 80. Apesar de não ser desta década, ainda pude contemplar alguns dos incríveis heróis desta época em ação.




Vamos aos momentos nostálgicos...





ThunderCats: foi uma série de animação desenvolvida por Rankin/Bass e distribuída por Lorimar-Telepictures em 1983, baseado nos personagens criados por Tobin "Ted" Wolf. A animação foi produzida por Pacific Animation Corporation, um grupo de estúdios japoneses, incluindo a Topcraft, que mais tarde viria a formar o Studio Ghibli. A primeira temporada foi ao ar em 1985 (com 65 episódios), seguido do filme intitulado ThunderCats - HO! em 1986. As temporadas 2 (1987-1988), 3 (1988-1989), e 4 (1989-1990), seguiram o novo formato de 20 episódios cada.


O desenho conta as aventuras de um grupo de felinos sobreviventes do planeta Thundera.A frota é atacada pelos inimigos dos Thunderianos, os mutantes de Plun-Darr, que destruiram todas as naves da frota Thunderiana, exceto a nave-mãe, na esperança de capturar a lendária Espada Justiceira (Sword of Omens, no original) que eles acreditam estar a bordo desta. A espada tem o olho místico de Thundera, a fonte do poder dos ThunderCats, encrustado na empunhadura.

Em Janeiro de 2011, foi anunciada uma nova série animada dos ThunderCats, produzida pela Warner Bros Animation e co-produzida pelo estúdio japonês 4°Ca e está sendo exibida no Cartoon Network desde o dia 29 de junho de 2011.





Caverna do Dragão: é uma série de animação coproduzida pela Marvel Productions, TSR e a Toei Animation, baseada no jogo de RPG homônimo Dungeons & Dragons. A série possui 27 episódios divididos em três temporadas, transmitidas originalmente entre os anos de 1983 e 1986 pela rede de televisão estadunidense CBS. No Brasil a animação tem sido transmitida periodicamente pela Rede Globo desde os anos 1980.

A série mostra uma história de seis crianças que tentam voltar a seu mundo após chegarem ao Reino de Dungeons & Dragons em um passeio de montanha russa.

Teoricamente não existe nenhum verdadeiro final, apenas boatos. Porém, há quem jure que um roteiro que circula pela internet chamado Réquiem e, aparentemente, escrito por Michael Reaves, seja o mais próximo possível de um verdadeiro final de Caverna do Dragão. Há ainda quem jura que viu um último episódio, diferente do que descrito em Réquiem. Esses fatores fizeram a série tão famosa e comentada até hoje.

Como todo RPG, a história é mágica, com diversas brechas e pontos sem explicação, prontos para especulações e teorias. Assim, cada um tem sua própria interpretação dos fatos que semeiam a trama. Mas, queridos, pensem comigo, o Mestre dos Magos era bonzinho mesmo ou era pior que o Vingador? Será mesmo que as crianças estavam vivas? E será que o Mestre dos Magos era pai do Vingador? (O.o)


Tartarugas Ninjas: é um grupo de 4 tartarugas antropomórficas adolescentes, mutantes e ninjas, treinadas pelo rato, Mestre Splinter. São batizados com os nomes de artistas renascentistas: Leonardo, Michelangelo, Donatello e Rafael. As Tartarugas moram no esgoto de Nova York, e seu grande inimigo é o destruidor (Shredder), líder de uma gangue de ninjas.

As Tartarugas foram inicialmente criadas numa história em quadrinhos da Mirage Comics em 1984, na parceria de Kevin Eastman e Peter Laird. A popularidade cresceu após um desenho animado que iniciou-se em 1987 e durou 9 anos, até 1996.


DuckTales: é uma série de animação dos estúdios da Walt Disney, produzido entre 1987 e 1990, e inspirado nas séries de quadrinhos da Disney, produzidas, na sua maior parte, por Carl Barks e Romano Scarpa. É considerada a série de animação mais famosa já produzida pela Disney, pelo fato de ter tido mais episódios, no total, 100. Além da série, também foi produzido um longa metragem, intitulado "Patoaventuras e o Tesouro da Lâmpada Perdida", lançada em 1990, logo após terminar a série.

A maioria dos episódios rodam em torno do Tio Patinhas, que envolve sempre a sua família, os seus amigos e é claro, os seus inimigos. Os episódios têm as mais variadas histórias, que geralmente envolvem viagens para todos os locais do mundo, conhecendo outros povos, civilizações, fazendo novos amigos (e inimigos), procurando relíquias e tesouros lendários, disputando competições, desvendando mistérios e até viajando no tempo. Quando não estão a viajar, as personagens aventuram-se dentro da agitada cidade de Patópolis, onde vivem.


He-Man:A origem do personagem He-Man está nos brinquedos. No início da década de 1980, a Mattel - uma gigante mundial na área - soube que Dino DeLaurentis estava produzindo uma adaptação de Conan - O Bárbaro para o cinema. Rapidamente, a empresa resolveu criar uma linha de bonecos baseados no personagem.

He-Man na verdade escondia-se por trás da identidade do Príncipe de Etérnia, Adam, filho do Rei Randor e da Rainha Marlena, um jovem que ganhou a Espada Mágica depois de ser levado ao Castelo de Greyskull pelo amigo Mentor. Erguendo a espada de Greyskull e gritando "Pelos poderes de Greyskull... Eu tenho a Força!" ele transformava-se em He-Man, o homem mais poderoso do universo. Ao seu lado estava seu tigre de estimação, o medroso Pacato, que quando tinha a espada de Greyskull apontada para ele durante a transformação de He-Man, virava o “Gato Guerreiro”, um animal forte e feroz e que servia de montaria para o herói.

Entre as poucas pessoas que conheciam a identidade secreta de He-Man estavam o chefe da guarda do castelo de Etérnia, Ducan, mais conhecido como Mentor; a Feiticeira; e o mágico atrapalhado Gorpo, uma pequena e flutuante criatura nativa de Trolla que nunca revela seu rosto.

He-man é irmão da She-Ra. Isso só foi revelado em um filme com os dois que não chegou a passar no Brasil.


Capitão Planeta: é um super-herói criado no começo dos anos 1990 pelo empresário americano Ted Turner como uma forma de alerta e interação para com seus telespectadores, que em sua maioria são crianças e adolescentes.

O desenho começa quando Gaia, o espírito da Terra, acorda de um sono de 100 anos e se depara com a destruição do planeta por uma humanidade que parece insensível. Temendo pelo futuro, ela entrega anéis mágicos a cinco jovens de várias partes do mundo - Wheeler (América do Norte), Linka (Europa Oriental), Gi (Asia), Kwame (África) e Ma-Ti (América do Sul) - e forma uma equipe que tentará evitar uma destruição ainda maior da Terra.

Ao colocar os anéis em seus dedos, os jovens são transportados para a casa de Gaia, a Ilha da Esperança, um paraíso tropical de poluição zero e longe da civilização. Lá, Gaia ensina a seus pupilos os segredos da natureza. Desenvolvendo seus próprios poderes, cada um deles se identifica com os quatro elementos básicos: Terra, Fogo, Água e Vento e um elemento novo e muito especial, Coração. Quando os Planetóides unem seus poderes, raios de luz saem de seus anéis e se encontram para criar uma nuvem. Raios e trovões rasgam o céu e, diante dos olhares dos Planetóides, um novo herói literalmente emerge da terra, o Capitão Planeta.


Eu particularmente adorava esses desenhos, e foram muito inspiradores para minha infância e de muitas outras pessoas.

Teremos mais momentos nostálgicos, vocês podem sugerir temas para os próximos posts.



Beijos queridos Nerds.



2 comentários:

  1. Infância anos 80 - show de bola

    ResponderExcluir
  2. Feliz demais por ter vivido todos esses desenhos na época!E mais ainda por saber que jovens que nunca viveram ainda gostem!O que é bom na vida é igual vinho:melhora ainda mais com a idade!Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir