Social Icons

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Código: Les Vampires







Olá queridos Nerds,

Espero que o post de ontem tenha ficado bom, o tema de hoje será sobre os vampiros, mais os de verdade. Não vou falar sobre crepúsculo, porque na minha opinião aquilo é uma fada purpurizada, me desculpa os que gostam dos filmes.

Hora de resgatar os vampiros antigos...



Vampiro

É um ser que sobrevive alimentando-se da essência vital de criaturas vivas, normalmente do sangue. Os vampiros foram registrados em várias culturas, porém em tempos muito remotos; o termo tornou-se popular no inicio do século XIX, após influências das superstições vindas normalmente da Europa Oriental e a Península Balcânica. O aumento destas crendices em vampiros levou uma histeria coletiva , resultando em casos de perfurações de cadáveres com estacas e acusações de vampirismo.

Os vampiros do folclore balcânico e da Europa Oriental, tinham diversos tipos de aparências físicas, variando de quase humanos até com corpos em estado avançado de decomposição.Em 1819, John Polidor escreveu o romance The Vampyre, que fez grande sucesso na época e estabeleceu o exemplo do vampiro carismático e sofisticado. O sucesso do livro inspirou obras como Verney the Vampire e o famoso Drácula.

Apesar do incrível sucesso de John Polidor, foi Bram Stoker que deixou sua marca na literatura com o livro Drácula, publicado em 1897.O sucesso do livro deu origem a um tipo diferente de vampiro, ainda mais popular no século XXI, com livros, filmes, jogos e programas de TV.


A crença sobre o vampirismo existe a milênios e em diversas culturas que retratavam lendas de demônios e espíritos que acabaram se tornando pioneiros dos vampiros modernos.

Para muitos povos os vampiros eram espectros malignos que surgiam através de vitimas de suicídio, ou bruxaria, mais também podiam ser criados após possuir um corpo ou quando se era mordido por um vampiro.


Corpos que achavam ser de vampiros geralmente eram descritos como tendo uma aparência mais saudável que o esperado para um corpo em decomposição. Quando alguns túmulos eram abertos, as testemunhas diziam que o corpo tinha sangue fresco de suas vitimas espalhado por todo o rosto.


Para alguns, os sinais de que um vampiro estava ativo era a morte de gados, ovelhas, parentes e vizinhos. Eles também podiam fazer sua presença através de atividades do tipo poltergeist.




Ficção Vampírica


Os vampiros sempre tiveram lugar especial na ficção popular. Após o livro The Vampyre, de John Polidor, o tema foi amplamente trabalhado pela literatura de terror .


Muitos filmes do inicio do cinema foram baseadas no romance Drácula, ou derivados com algumas adaptações, como por exemplo Nosferatu, de 1922; teve também Dracula, de 1931 e A Filha de Drácula, de 1936.


Alem dos filmes e literatura, eles também foram para jogos, no quesito RPG temos Vampire: The Masquerade; para vídeo-game temos Castelvania e Legacy of Kain.






Bem meus queridos, por hoje é só. Deixem suas sugestões, dicas e criticas no final do post.
Beijos e bom feriado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário