Social Icons

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Database: Oh Grande Procrastinador!


Olá meus queridos Nerds,

Sexta-feira fria aqui no estado de São Paulo, mais especificamente em Campinas/SP, onde esta pessoa que escreve está morrendo de sono - estou pior que gato - aproveitando esta preguicinha, no meio do trabalho, resolvi escrever sobre este assunto. Venhamos e convenhamos, todo mundo sente preguiça, até nós nerds.

Não podemos deixar de falar desse assunto (no qual os baianos são mestres, com todo respeito), sem falar do procrastinador mais lindo do mundo dos quadrinhos; claro que estamos falando de Garfield! Nenhum ser, além da própria preguiça, representa a preguiça alheia.

Enquanto vou buscar um cafezinho fiquem com mais uma tirinha deste gato procrastinador.


Agora que estou razoavelmente acordada vamos ao nosso post... (Ficou relativamente grande, por isso faremos a parte I e II)

Segundo titio Wikipédia, a preguiça pode ser interpretada como aversão ao trabalho, bem como negligência, morosidade e lentidão. Para as pessoas ligadas no 220V, significa que o sujeito é um completo vagabundo. Já os médicos especialistas em distúrbios do sono, pode ter uma série de fatores envolvendo doenças que mau sabemos que existem.Mas o que faz a pessoa ter preguiça de levantar da cama de manhã? De fazer uma atividade física? De estudar ou até mesmo trabalhar?

No meu caso, que neste momento estou quase dormindo na mesa do trabalho, posso dizer que pelo fato de ter ido dormir a 1 horas da manhã, e não saber o tempo necessário de soninho, é justificado. Contudo, meu querido pai me acordou todos os dias, pois simplesmente não escutei o despertador (que faz um puta barulho). Sim queridos, eu tenho pouco mais de 20 anos e foi acordada pelo meu pai. Será que realmente era preguiça ou cansaço? Só para conhecimento, eu uso nada mais que três despertadores. O que me deixa mais encafifada com tudo isso, é o fato de que eu gosto de trabalhar mas tenho esse sono. Outro dia conversando com meu namorado, que ficou abismado com o fato de eu não acordar com um puta despertador barulhento e achamos que é o caso de procurar um especialista.

Como muitos dizem a preguiça não é apenas física, mais também pode ser mental. Muitas pessoas não querem pensar antes de pedir ajuda, acham ler muito chato, tem preguiça de formular uma frase mais complexa ou até mesmo de procurar o significado da mesmo no famoso "pai dos burros" - carinhosamente chamado pelo pessoal de minha casa. - e isso é muito complicado, pois a preguiça mental atrapalha em muito o desenvolvimento do ser humano, o que não significa que devemos ficar ligados no 220V o tempo todo.

Quando era mais nova, um grande amigo meu disse que para melhorar meu português, deveria ler, pois dessa forma iria não apenas adquirir mais cultura, como também estaria cometendo menos erros na grafia. Estou lhes dizendo isso, pois comedia erros pecaminosos na hora de escrever. Seguindo esse conselho passei a escrever de uma forma melhor. Tento passar essa dica para minha irmã mais nova, porém a preguiça de adquirir conhecimento, no momento não interessa pra ela (atitude que me faz baixar a cabeça de tanta frustração). Infelizmente muitas pessoas tem largado de lado a cultura literária e preferem dedicar seu tempo livre para outras atividades de "entretenimento" que não trazem qualquer beneficio.

O que nos faz odiar a Segunda-feira? Partimos do principio de que no dia seguinte vamos para a escola/trabalho que consideramos "chato", mas isto está embutido na cultura.

Novamente, em uma rápia pesquisa, titio Wikipedia nos ilustra com sabedoria dizendo que: "Antecedendo a ideia de Aristoteles, o pensador grego Hesíodo, defendia que: a luta e conquista deveriam fundar-se na justiça e no trabalho. O trabalho agradava aos deuses, fazia os homens independentes e afamados. A alma, ao desejar riquezas, nos impulsiona ao trabalho."

Como meu querido pai sempre diz "O trabalho enobrece o homem" e foi seguindo esse principio que hoje posso dizer de boca cheia que gosto de trabalhar. Mais não apenas eu, como também outras pessoas são criticadas por esse argumento, porém não fazer absolutamente nada enche o saco.


Desculpa gente, acabei me empolgando em meu discurso, por esse motivo vou recomendar que vocês escutem o episódio do Papo de Gordo 77 - Preguiça, que está excelente, na minha opnião, e ilustra de forma divertidíssima esse assunto (é só clicar na imagem).


Na semana que vem falaremos sobre a figura mais preguiçosa dos quadrinhos, mais fofa, mais gorda, nosso querido Garfield.

Beijos para vocês meus queridos e bom final de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário